quarta-feira, 27 de julho de 2011

BOA VENCE FORA DE CASA O BRAGANTINO


Jogando fora de casa, o Boa Esporte surpreendeu o Bragantino e, depois de cinco rodadas sem triunfar na série B do Campeonato Brasileiro, voltou a vencer nesta terça-feira. O time mineiro venceu os paulistas por 2 a 1, em pleno estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. Os gols da vitória mineira foram marcados pelo atacante Jheimy e pelo volante Moisés. André Astorga descontou para o Bragantino.

Foto: Futura PressAmpliar
Lance do jogo entre Boa Esporte e Bragantino, em Bragança


  • Sem se intimidar, a equipe do Sul de Minas passou a atuar com um pouco mais de volume de jogo, e aos 18, conseguiu chegar tocando a bola. O avante Jheimy teve uma oportunidade clara de abrir o placar, mas o arqueiro Gilvan trabalhou bem e mandou para escanteio. Aos 21, veio o troco do Bragantino com Marcinho, que em cobrança de falta obrigou Luiz Henrique a espalmar para escanteio.
Irreconhecível em campo durante toda a partida, o Bragantino encontrou muitas dificuldades para penetrar na defesa mineira, e somente nos lances de bola parada conseguiu levar algum perigo. Como a equipe mineira também é pouco eficiente ofensivamente a primeira etapa ficou sem gols.
O panorama do segundo tempo mudou em pouco em relação ao início do jogo, ou seja, muita marcação e o Boa com volume de jogo maior, mas com o Bragantino também levando perigo, principalmente nas jogadas de bola parada e alçadas para a área do time mineiro.
Em vantagem numérica e também no marcador, o Boa continuou tendo o domínio das ações, enquanto o Bragantino tentava desordenadamente empatar o jogo e dava espaços para os ataques do Boa. Aos 40, o time mineiro chegou ao segundo gol com o volante Moisés, que aproveitou cruzamento da esquerda e testou para as redes de Gilvan.
Aos 12, depois de cobrança de falta pela direita de Carlos Magno, Jheimy disputou a bola com a zaga do Bragantino, e com a canhota mandou para o fundo das redes da equipe paulista para abrir o placar no Nabi Abi Chedid. Aos 16 minutos, a situação dos mineiros melhorou ainda mais na partida com a expulsão de Leandro Biton, que agrediu o volante Moisés.
Aos 45, O Bragantino ainda teve forças para diminuir o placar com André Astorga, que aproveitou confusão dentro da área e marcou o gol de honra.

quarta-feira, 20 de julho de 2011

MEIA E ATACANTE DIEGO LEON




The profile for Diego León
Diego León
© unbekannt
:Diego León Ayarza
Date of birth:16.01.1984
Place of birth:Palencia  
Age:27
Height:1,70
Nationality:  Spain
Position:Midfield - Attacking Midfield
Foot:right
Market value:200.000 €
Player's agent:Ohne Berater


Informações pessoais
Nome completoDiego León Ayarza
Data de nascimento16 jan 1984 (idade 27)
NaturalidadePalencia , Espanha
Altura1,70 m (5 pés 7)
Jogando a posiçãoMédio
Informações do clube
Clube atualHajduk Split
Carreira de jovens
2001-2004Real Madrid
* Sênior da carreira
AnosEquipeApps (Gls) 
2004Real Madrid B8(0)
2004-2006Real Madrid0(0)
2005-2006→ Arminia Bielefeld II (empréstimo)18(7)
2005→ Arminia Bielefeld (empréstimo)14(1)
2007Grasshoppers II8(8)
2006-2007Grasshoppers30(3)
2008-2009Barnsley37(2)
2009-2010Las Palmas22(1)
2010-2011Wacker Burghausen20(0)
2011 -Hajduk Split0(0)
Selecção
2000-2001Espanha U1616(6)
2001Spain U174(0)
* Aparências clube profissional e objetivos contado para a liga doméstica somente e 

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Helder estreia na série B pelo BOA em partida que o Boa jogou melhor

DSCF0187



                                                                                       

    Boa
1-Luis Henrique 2-Jackson 3-Thiago(13-Helder 20'2t) 4-Marcelo 5-Claudinei 6-Magalhães 7-Vinicius Hess(17-Maranhão 26'2T) 8-Moises 9-Valdo 10-Carlos Magno(16-Marcos Antonio 17'2t) 11-Waldison


Na noite desta sexta-feira, no Estádio Melão, em Varginha, a Portuguesa garantiu a liderança da Série B ao vencer o Boa Esporte pelo placar de 2 a 1. Ivo, de letra, e Guilherme marcaram para a Lusa, enquanto Jackson descontou para os mineiros.

Com o resultado, a Portuguesa chegou aos 23 pontos e só perde o primeiro lugar se a Ponte Pretavencer o Guarani, neste sábado, por mais de cinco gols de diferença. Já o Boa Esporte estaciona nos 12 pontos e corre o risco de acabar a rodada na zona de rebaixamento.
Pela 12ª rodada, a Portuguesa volta a campo no próximo sábado, no Barradão, às 16h20, diante do Vitória. Também no sábado, o Boa Esporte encara o ABC, às 21 horas, no Melão.
jogo - Em um primeiro tempo eletrizante, o Boa Esporte começou mostrando que, mesmo longe de viver a boa fase da Lusa, a obrigação de atacar é do mandante. Comandou as ações nos primeiros cinco minutos, mas, aos sete minutos, a Portuguesa acordou e Marcelo Cordeiro exigiu uma bela defesa do goleiro Luiz Henrique no ângulo esquerdo.
O lance incendiou a equipe rubro-verde, que equilibrou o duelo, mas mesmo assim o Boa intimidava. Como o susto não mexeu com a equipe mineira, o time seguiu atacando e exigindo grandes defesas do goleiro Wéverton. Aos 26 minutos, Waldison arriscou de longe e, com desvio no meio do caminho, a bola bateu na trave e foi embora.
Apesar do 0 a 0, o jogo só ganhava em emoção. Marco Antônio, da Portuguesa, fez um cruzamento na grande área e Marcelo Cordeiro, aos 31, desviou de cabeça, mas a bola bateu no travessão.
A partir de então, a Lusa tomou conta do jogo e, no último lance do primeiro tempo, Ivan disparou pela direita, e Ivo, de letra, abriu o placar com um golaço.
A movimentação do primeiro tempo parecia que seria a mesma no segundo. Aos 3 minutos, o goleiro Weverton cortou mal um cruzamento e a bola sobrou pra Jackson, na grande área, empatar o jogo. Em seguida, aos 6 minutos, foi a vez de o mineiro Luiz Henrique falhar. Guilherme arriscou da intermediária com força, no meio do gol, e o goleiro deixou passar. 2 a 1 para a Poruguesa.
Após os dois gols, o time do Canindé preferiu administrar a vitória e chamava um desorganizado Boa Esporte para seu campo, mas explorava mal os contragolpes. Do meio do segundo tempo para a frente, Nedo Xavier, técnico do Boa, fez suas três substituições, colocando Marco Antônio, Helder e Maranhão em campo, partindo para o tudo ou nada. Já Jorginho colocou Renato no lugar de Ivan e Lucas Gaúcho para a saída de Marco Antônio. Raí ainda entrou para substituir Ivo.
As alterações não mudaram o panorama da partida e o Boa Esporte continuou pressionando, mas parou nas boas defesas de Weverton e teve de se conformar com a derrota.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Lateral Esquerdo e meia Walace João Pereira da Silva Neto

http://www.youtube.com/watch?v=CMZUjYMTYPM

Walace João Pereira da Silva Neto
nascimento 18/08/1989
peso 65 Kg
Altura 1,77
clubes: Esporte Clube São Bento Sorocaba SP
Ytterhogdal Yfk Suécia
Atletico Mineiro
América Mineiro

quarta-feira, 13 de julho de 2011

MEIA FELIPE SOUTO




http://www.youtube.com/watch?v=OBROknG3o34

http://www.youtube.com/watch?v=-sCxpMLDgkQ

Apelido: Soutto
Nome: Fillipe Soutto Mayor Nogueira Ferreira
Posição: Meio-campista
Nascimento: 11/03/1991
Naturalidade: Belo Horizonte-MG

Títulos

2009 - Brasil.png Taça BH de Futebol Júnior - Atlético (Júnior)
2010 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Campeonato Mineiro (Júnior) - Atlético

Outros

2009 - Holanda.png 2° lugar Torneio de Terborg - Atlético (Júnior)
2009 - Brasil.png 2° lugar Campeonato Brasileiro Sub-20 - Atlético (Júnior)
2011 - Brasil.png Bandeira de Minas Gerais.png Revelação do Troféu Globo Minas - Atlético

terça-feira, 5 de julho de 2011

Helder é relacionado para o jogo contra Salgueiro


Para duas equipes que vinham de derrota e precisavam do resultado, Boa Esporte e Salgueiro fizeram uma partida bem do jeito que se encontrava a cidade de Varginha (MG): fria. Em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da série B, as equipes não saíram do zero e empataram sem gols no estádio Melão. Sem criatividade dos times e com raríssimas oportunidades, a partida não mostrou muitos atrativos para o torcedor mineiro que foi acompanhar o duelo.
A primeira vez que o Boa Esporte chutou ao gol de Marcelo foi aos 21 minutos de bola rolando. Depois, teve a melhor oportunidade do primeiro tempo aos 28 minutos quando Carlos Magno, em sua primeira ação no jogo, ficou sozinho com o goleiro adversário, mas finalizou pra fora. Já o Salgueiro apostava nas rápidas investidas de Clébson e ameaçou o gol adversário com escanteios e chutes de fora da área, sem um perigo maior. O time pernambucano se movimentou melhor contando também com boas aparições do meia Magalhães.
No intervalo, sentindo a brusca mudança de temperatura entre o nordeste e o sul de Minas, alguns jogadores do Salgueiro voltaram para o gramado usando luvas. E diferente do primeiro tempo, logo no primeiro minuto da segunda etapa, o Salgueiro arriscou um chute a gol com Elvis, que entrou no lugar de Juninho Cearense. Aos 2 minutos o Boa Esporte respondeu em rápido contra-ataque, mas o goleiro defendeu.
As equipes iniciaram a segunda etapa sendo mais objetivas. A partir dos 15 minutos, com o insistente empate sem gols, os times buscavam com mais intensidade o gol adversário. O Boa Esporte, inclusive, chegou a colocar uma bola na trave pernambucana. Aos 27 minutos, o Salgueiro perdeu um gol incrível, com dois atacantes contra dois zagueiros dentro da área. Na sequência, Paulão, do Boa Esporte, cabeceou sozinho à frente da marca do pênalti, pra fora. No fim da partida os times correram bastante e cruzaram de qualquer lugar do campo buscando pressionar o adversário e conseguir marcar, em vão.
Com o resultado, o Boa Esporte alcançou os 12 pontos e subiu provisoriamente para a 9ª colocação. Já o Salgueiro somou nove e foi para 14º. As equipes ainda podem perder posições dependendo dos outros resultados da nona rodada, que ainda terá jogos neste sábado.
O próximo jogo do Boa Esporte será fora de casa contra a Americana no dia 9 de julho, no estádio Décio Vitta; o Salgueiro, por sua vez, encara a Portuguesa no Canindé, no dia 8 de julho.